História

História da PMMA

 

01A Polícia Militar do Maranhão foi criada através da Lei Provincial nº 21 de 17/06/1836, com o nome de "Corpo de Polícia da Província do Maranhão"; constituída por um Estado-Maior e 04  (quatro) Companhias de Infantaria, totalizando 412 policiais, sendo  o seu efetivo composto por Major (Comandante), Alferes (Ajudante), Sargento (secretário) e Sargento (quartel-mestre).

A instituição ao longo de 115 (cento e quinze) anos recebera várias denominações, tais como, "Corpo de Segurança Pública", "Corpo de Infantaria", "Corpo Militar do Estado", "Batalhão Policial do Estado", "Força Policial Militar do Estado", "Brigada Auxiliar do Norte" e "Polícia Militar do Maranhão", em 1951. 

A interiorização começou a partir de 1841, com a Lei nº 110, de 28 de agosto, que criou o "Corpo de Guardas Campestres"; seguida da Lei nº 872, de 05 de abril de 1920, que fixou o efetivo de 250 (duzentos e cinqüenta) policiais para o sertão maranhense. Entretanto, a partir de 1966, com a Lei nº 2704, de 12 de outubro, além da criação da Companhia Escola, foram criados ainda, 02 (dois) Batalhões de Polícia (BPM): o 1º BPM  e o 2º BPM, responsáveis respectivamente  pelo policiamento da capital  e do interior do Estado.02

A primeira turma de oficiais PM, com Curso de Formação de Oficiais (CFO), formou-se em 1966, na Academia de  Polícia Militar do Estado de Minas Gerais; daí em diante tivemos formações em outras Academias de diferentes Estados, tais como: Ceará, Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Paraná, Pará e Goiás. Com a criação da Academia de Polícia Militar do Maranhão, através da Lei 5657, de 1993, passamos a formar oficiais, tendo a primeira turma 29 (vinte e nove) Aspirantes a Oficial, declarados em 22/12/1995.